Humor

Onde o boi voa

inimiga_capital1_1024x630.jpg

O Conselho Superior do MP do Maranhão indica a Procuradora Themis Maria Pacheco de Carvalho para dirigir a Escola Superior do Ministério Público.

A atual Procuradora Geral de Justiça do Maranhão, Fátima Travassos, não gostou da indicação porque é “de mal” com a indicada;  ingressa com um Mandado de Segurança para anular o ato.

Pasmem, por 9 voto a 7,  a procuradora-geral Fátima Travassos derrotou Themis Carvalho no pleno do TJ Maranhense. Ou seja, além dos critérios da impessoalidade, legalidade e moralidade, no Maranhão também tem o critério “amigo do rei”.

Surrupiado daqui.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média: 5,00 de 5)

Nova versão da Geni

Por todo que é do povo,

Do mangue e do cais do porto

Ele era respeitado.

A sua lida é dos errantes,

Dos cegos, dos retirantes.

É de quem não tem mais nada.

Dedica-se assim desde menino

Da escola a academia ,

Cumulando a vara e o juizado

É o juiz dos detentos,

Das loucas, dos lazarentos,

Dos moleques do internato.

E também cuida amiúde

Dos velhinhos sem saúde

E das viúvas sem porvir.

Ele é um poço de idoneidade

E mesmo assim

Passaram todos a repetir:

“Joga pedra no juiz!

Joga pedra na juiz!

Ele é feito pra apanhar!

Ele é bom de cuspir!

Ele julga qualquer um!

Maldito juiz!”

Um dia surgiu, brilhante

Entre as nuvens, flutuante,

Um enorme trio elétrico

Pairou sobre os edifícios,

Enviou dois mil ofícios

E baixou resoluções sem fim.

A magistratura apavorada

Se quedou paralisada

Chocada com tanta panacéia,

E do trio elétrico reluzente

Desceu sua comandanta

Dizendo: “Agora mudei de lado!

Já não aguento nesta idade

Tanto labor e sacrifício,

Resolvi o simbolismo destruir.

Vocês vão viver o drama

Eu vou jogar vocês na lama

Vou deixar os magistrados desunidos

Mal vistos pela opinião pública

Moldados para os donos do poder servir”

E todos saberão, então, que ele

Ele é feito pra apanhar;

Ele é bom de cuspir;

Ele julga qualquer um;

Maldito juiz!

Mas ao cabo, logo ele,

Tão dedicado e tão singelo

Era cativo da embusteira

Da irresponsável imprensa,

Com mentiras plantadas

Informações mal intencionadas

Nesta era neo-populista.

Acontece que a magistratura

(E isso não era segredo dela),

Resistia em seus valores,

Sem se dobrar a indevidas ingerências,

E sob a égide da toga,

Decidiu a todos enfrentar.

Ao ver tal resistência

Os nossos políticos de Brasíla

Amarraram-lhe a mão,

Dobraram-lhe os joelhos,

E com a alma destroçada e

A conta no vermelho,

Os juízes já não tinham mais tesão.

Vai na deles, vai juiz!

Vai na deles, vai juiz!

Você ainda pode se salvar!

Você não pode resistir!

Você já não julga qualquer um!

Tá dominado, juiz!

Foram tantas as maldades,

Sem direito a desmentidos,

Que ele perdeu o tino.

E entre metas e planilhas lancinantes

Soçobrou, ficou insano

A cabeça e o corpo extenuados de cansaço.

E a comandanta a falar besteira,

Dando entrevista o dia inteiro

Até ficar desgoelada

Talvez porque sabia que depois, logo em seguida

Na política entraria

Mas o Supremo com galhardia,

Pôs um freio na desatada sangria

A magistratura aliviada,

Pensou que o pesadelo chegara ao fim,

Mas estava muito enganada,

Pois o povo em romaria

Nunca mais deixou ela dormir:

“Joga pedra no juiz!

Joga bosta nojuiz!

Ele é feito pra apanhar!

Ele é bom de cuspir!

Ele julga qualquer um!

Maldito juiz!

 

Autor da adaptação: Bel. Pinguelas de Miranda

 

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Seja o primeiro a classificar este post)

No plantão, todas as liminares são pardas

gato1.jpg

Notícia completa no Blog do Holanda

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Seja o primeiro a classificar este post)

As 10 mais do Millor

Sexta-feira dia de desopilar o fígado, vamos esquecer a Eliana Bocuda e o Ophir Cabelo de Boneca e se divertir com as frases do Millor Fernandes.

1) Pode ser que a pressa seja inimiga da perfeição, mas a ejaculação precoce também produz filhos bonitos;

2) O mal das encrencas é que elas começam bem devagarinho;

3) O eufemismo é cheio de rodeios;

4) Certas pessoas não contentes em fazer do casamento  um fracasso, consguem fazer da separação uma tragédia;

5) Como dizem os médicos justificando a mancada: “Bem, um dia tinha que morrer!”

6) Não reclama não, quando  um cara quer te fazer de idiota, é porque encontrou material;

7)  O pior não é morrer. É não poder espantar as moscas;

8) Só há uma maneira de evitar a ingratidão: jamais praticar nenhum bem ou fazer qualquer favor.

9) Jamais fale a seu próprio respeito. Quando voce sair os outros se encarregam disso.

10) Jamais diga uma mentira que não possa provar.

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média: 4,00 de 5)

Transparência demais

transpa.jpg

Daqui

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (Seja o primeiro a classificar este post)